jump to navigation

O que os homens não reparam 12/03/2009

Posted by jumarotti in beleza, relacionamento.
2 comments
Os homens não reparam se o Gloss que você está usando é cintilante, fosco, brilhante, etc
Não reparam se o seu batom tem efeito mate ou não.
Não reparam se a sua base e corretivo são minerais…
Não reparam que os seus cílios estão bem curvadinhos, porque você gastou uma fortuna com um Shu Uemura
Não reparam se os cílios estão bem separadinhos, porque você comprou um rímel maravilhoso
Não reparam se você passou a sombra direitinho na parte côncava do olho
Não reparam se você esfumou a sua sombra, para dar um toque especial.
Não repaam se você aplicou a sombra de um modo totalmente estratégico para “levantar” o olhar..
Não reparam se o seu blush é rosado ou coral, muito menos que ele tem um tom levemente dourado como o Orgasm – NARS (L)
No que eles reparam? NA SUA BUNDA E NO SEU PEITO! Hunft.
 
A sorte que é que eu me arrumo para MIM! E não para eles.
 
Estava filosofando isso com meu irmão esses dias, e ele disse: Você não quer um namorado né? Você quer uma melhor amiga, um viado!
hahahahahahaha
 
Mas depois completou com algo que eu achei fofo: Depois que vocês se produzem, nós percebemos que vocês estão lindas, só não sabemos bem o porquê, não nos apegamos aos detalhes, mas gostamos do conjunto. Mulheres: Continuem se produzindo!”

Primeiro encontro… 27/01/2009

Posted by jumarotti in relacionamento.
2 comments

O melhor jeito de curar o sofrimento causado pelo desprezo do ser masculino que você gosta, é encontrando um outro ser masculino (de preferência tão ou mais gato do que o anterior) que não te despreze e quer muito te ver…(rs)

Não pensem que eu não sei ficar sozinha, não é isso. Afinal fiquei muito tempo sozinha, e descobri que vivo muito bem comigo mesma. Maaaas….. eu já chorei, já esperneei, já arranquei meus cabelos (quase que literalmente) e não tem mais nada que eu possa fazer…so…rs

O problema de você encontrar outro ser masculino é ter que passar pelo drama do primeiro encontro. Se tem uma coisa que eu não suporto é o primeiro encontro. Tá, eu concordo que é gostoso aquele friozinho na barriga, aquele suspense, a conquista. Mas isso me causa uma insegurança tremenda, e eu odeio me sentir insegura.

untitled

 

Eu sei que é um clichê e dos maiores, mas eu sempre penso:

“E se ele me beijar?”

“E se ele NÃO me beijar?”

“E se ele não me ligar amanhã?”

E a pior parte:  O que eu vou usar?

É incrível como sempre aquela blusinha que te faz parecer mil quilos mais magra está lavando nessas horas, e aí você tem que se contar com outra mais ou menos. E o sapato? Temos até que prestar atençao na estatura masculina para ver o nosso limite de salto para não ficar parecendo um travecão ao lado dele né?

Tem que pensar nos mínimos detalhes: a dose certa de maquiagem, a quantidade de perfume, o jeito que vai deixar o cabelo, o brinco, fazer a sobrancelha, a unha (uhauahuah depois eu vou contar um super mico que eu paguei por causa da unha), se preocupar em não ser atirada demais, e nem retraída demais.

É dificil…..

E sabe o que mais me emputece? É que você faz toda essa super produção e o mané (que só colocou uma calça jeans e quando muito uma camisa polo) nem repara em tudo isso quando você entra no carro dele. É claro que se você estivesse fedida e desgrenhada ele iria reparar… Hunft…

Por isso meninos, sejam bem fofos conosco no primeiro encontro (e em todos os outros, claro) porque nós sofremos MUITO para parecermos belas e tranquilas para vocês!

Por isso que eu gosto do segundo encontro. Você já beijou,  e sabe que ele gostou, porque quer mais!

Saudade… 25/01/2009

Posted by jumarotti in relacionamento.
1 comment so far

Como dói sentir saudades… ainda mais quando não depende de você para matar.
Ás vezes eu me pergunto, como pode um dia uma pessoa dizer que te ama, que sente “frio” na barriga quando vê um email seu na caixa de entrada, que sente saudades a todo dia e etc.
E no outro dia, simplesmente não se importa mais! Liga o modo “tanto faz”.

E não me resta outra alternativa a não ser esquecer.
Mas como esquecer um amor tão verdadeiro?
Como esquecer, quanto até um comercial de TV me faz lembrá-lo?
Quando até um determinado modelo de carro, me faz lembrá-lo? (porra, nunca tinha reparado qtos carros desse modelo tinham nas ruas, especialmente, da mesma cor do dele)
Quando minha banda favorita me faz lembrar dele?
Quando eu realizei um dos meus maiores sonhos, ele que estava ao meu lado?
Quando minhas roupas me faz lembrar dele?
Quando meu trabalho me faz lembrar dele?
Quando o cheirinho de banho me faz lembrar dele?
Quando eu venci certas barreiras, ele me que me incentivou?
Quando o beijo dele é uma das melhores coisas que eu já provei?
Quando eu sinto que ele era a pessoa perfeita para mim?
Quando a ideia de nunca mais beijá-lo, nunca mais sentir o cheiro dele, nunca mais ver o sorriso dele, nunca mais ouvir as piadas dele, me aterroriza!
Quando EU NÃO QUERO esquecê-lo?

Vou te amar pra sempre, mesmo que isso “tanto faz” para você.

=(